Os personagens mais covardes que existem

Dando início a uma série de novidades que teremos por aqui, este post nada mais é do que uma seleção minha feita sem critério nenhum, de cabeça mesmo, só pra mostrar que na internet a gente fala o que quer e pronto.

E hoje vou selecionar heróis e personagens incríveis, extremamente promissores, com excelentes histórias, mas que fracassaram miseravelmente na arte de ter um pingo de coragem. Aqueles que são mais destemidos que uma tartaruga, mais fortes que um camundongo e mais inteligentes que um asno.

Achou que eu tava falando de você? ZUERA. Tenho certeza que você gosta de muitos deles e suas histórias, porque mesmo sendo terrivelmente medrosos, esses personagens conseguiram fazer o principal: divertir (e ainda divertem) a gente. Bora lá?

Grover Underwood (Série Percy Jackson)
Se você não conhece esse cara, pelo sobrenome, vai acabar pensando que é um parente do casal mais inescrupuloso da história dos seriados, Frank e Claire Underwood em House of Cards.
Mas, para sua grande surpresa (e decepção), ele não passa de um sátiro amigo de Percy Jackson, tão medroso que, pra fazer suas magias, tem que tocar uma flautinha. Ele é o alívio cômico das séries escritas por Rick Riordan e livra a turma em muitas situações, mas não consegue tirar a estigma de covarde sempre que surge uma oportunidade.

Grover

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Kick-Ass
O adolescente Dave Lizweski gosta tanto de quadrinhos que decide virar um super-herói. Tipo a ideia mais imbecil que alguém poderia ter, manja? Depois de criar seu uniforme e amarrar dois bastões nas costas, ele sai pela rua e apanha até quase morrer. A história é bem sangrenta, característica do autor Mark Millar, e mostra o garoto incapacitado que acaba sempre tendo que ser ajudado pela amiga Hit Girl e seu pai.

Kick-Ass

 

Luigi
Onde está esse cara na maioria dos jogos do Mário? Luigi deve ser um cara bem medroso, já que em muitos jogos a sua participação é quase zero, mesmo sabendo que a jornada do parceiro pelo resgate da princesa será longa e muito perigosa. Até mesmo nos jogos em que ele é o protagonista, não dá pra botar fé no bigodudo de roupa verde. Se eu fosse o Mário, dispensava esse cara e ficava só com o Yoshi.

Luigi

 

Scott Pilgrim
O Scott nem chega a ser um herói, pelo menos não no começo da história. Preguiçoso, desajeitado, magrelo e totalmente sem noção, esse cara de repente se revela como um super porradeiro quando precisa se defender contra os ex-namorados do mal da Ramona Flowers. Claro que consegue eliminar todos no final, menos a nossa impressão de que ele é um grande mané que qualquer um poderia derrotar num minuto. Acho que isso faz com que o carisma dele seja tão forte.

Scott Pilgrim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tyrion Lannister
Ele não é bem um herói, mas para a galera que torce pela casa Lannister é com certeza o mais querido. Tyrion morre de medo de morrer e não aproveitar mais um pouquinho da vida e das riquezas de sua família. Sua arma é o intelecto, e ele sempre está pensando à frente, muitas vezes fazendo com que até mesmo quem não goste do personagem se surpreenda a cada nova ação realizada. Até os mais simples diálogos do anão podem surpreender a todos no último instante.

Tyrion

 

Sam Gamgi
Quem não gostaria de ter um amigo como o Sam? Sua lealdade foi tão grande que ele, por causa das circunstâncias, deixou seus medos de lado para seguir Frodo, seu mestre. Sam foi tão bem sucedido que acabou ele próprio se esquecendo de sua covardia, enfrentando o misterioso Sméagol e sendo fundamental para que a jornada do Um Anel terminasse bem sucedida. Dentre todos os épicos personagens, ele foi o único que terminou a história do Senhor dos Anéis com uma família construída de verdade, com esposa e filhos. Acho isso um verdadeiro presente de Tolkien ao personagem que é tão especial.

Sam Gamgi 2

 

Neville Longbottom
O menino mais medroso e desajeitado da saga Harry Potter, que sempre errava todos os feitiços que tentava, se transformou na lenda que derrotou “aquele que não deve ser nomeado”. Neville sempre foi um personagem B nas histórias de J.K. Rowling, e tenho pra mim que, conforme ele foi ganhando força entre os fãs da série, foi que a autora decidiu brindar o personagem com esse desfecho tão incrível.

Neville Longbottom

 

Chapolin
O que dizer desse herói que conheci há tanto tempo e sempre vou curtir pacas? Chapolin é o rei da covardia, sempre se escondendo dos vilões e vencendo os confrontos usando sua maior habilidade: o fator sorte. Se não fosse por ela, ele já teria deixado de existir. O legal aqui é ressaltar a genialidade de Roberto Bolaños, criando um personagem que traz esperança com pouquíssimos pontos fortes, trabalhando os roteiros sempre em torno da incapacidade do personagem para resolver as situações, adicionando um final surpreendente.

Chapolin

 

E esses foram os que eu lembrei na melhor lista de heróis medrosos em todo o mundo, eleita com extrema imparcialidade por mim mesmo.

Agora comenta aqui embaixo qual herói você acha que eu deixei de citar e porquê. Ou só me xinga mesmo, se preferir, alivia o stress.

Anúncios

2 comentários em “Os personagens mais covardes que existem”

    1. Isso é verdade, Ernani. O Chapéu Seletor nunca se engana, né? Então, digamos que ele já poderia prever que uma verdadeira transformação aconteceria na vida daquele garoto pelos anos que se seguiriam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s